Os bairros-cidades que as gigantes da tecnologia planejam construir

26 de Julho de 2021

por Domus Urbanismo

em Tecnologia

O Google anunciou recentemente seus planos de converter 40 acres de Mountain View, Califórnia, onde atualmente está localizada sua sede principal, em sua própria cidade.

 

A proposta é criar uma comunidade completa, com uma mistura de habitação, parques, empregos e usos comunitários, onde todas as comodidades e serviços estão a uma caminhada de 10 minutos para os moradores.

 

Chamado de Middlefield Park, o Google prevê um campus com até 1,33 milhão de pés quadrados de espaço para escritórios, 30.000 pés quadrados para varejos, restaurantes e serviços, 1.850 unidades habitacionais, 20.000 pés quadrados para instalações comunitárias e 12 hectares de espaço aberto com seis parques que terão playgrounds, ginástica ao ar livre, ciclovias, piscina, quadra poliesportiva e canil.

 

Embora os planos do Google ainda estejam nos estágios iniciais, Middlefield Park prevê um bairro vibrante, sustentável, conectado, com foco na saúde e bem-estar, guiado por quatro princípios:

- Comunidade: lugares são sobre pessoas e conexões entre elas.

- Natureza: o bem-estar das pessoas depende da saúde do planeta.

- Inovação: desafiar o impossível.

- Economia: investimos em ideias ousadas que criam soluções replicáveis ??para um futuro melhor.

 

Para concluir o projeto, o Google fez uma parceria com a Lendlease, incorporadora australiana, e de acordo com o diretor imobiliário do Google, Michael Tymoff, a projeto ainda está em desenvolvimento e muitos detalhes ainda precisam ser concretizados.

 

O Google não é a única empresa de tecnologia que se compromete a desenvolver comunidades de habitação.

 

A Microsoft prometeu US$ 500 milhões para desenvolver moradias em Seattle, e o Facebook lançou o Willow Village, um projeto habitacional semelhante em Menlo Park, California.

 

O projeto apresentado às autoridades municipais pelo Facebook e pelo Signature Development Group, consiste em substituir um parque industrial e de pesquisa com meio século de idade por um novo bairro com residências, escritórios, mercados, parques e espaços abertos.

 

Um dos destaques do projeto é um parque elevado que se estenderia por 400 metros e se elevaria a 9 metros de altura com trilhas para caminhada e ciclismo, paisagismo de 15 a 24 metros de largura e áreas para recreação infantil.

 

O projeto de Willow Village foi remodelado após extenso envolvimento com vizinhos, líderes comunitários e funcionários da cidade de Menlo Park, de acordo com o Facebook e a empresa Signature Development.

 

Assim como os conceitos de moradia adotados pelas “Big Techs”, as Casas-Conceito da Domus Urbanismo e o Prado Bairro-Cidade também foram projetados para um futuro melhor com foco na saúde e bem-estar para seus moradores, um lugar onde a natureza esteja presente no dia a dia, com uso sustentável dos recursos naturais, que incentive conexões significativas entre os moradores, e mobilidade saudável através do acesso seguro para pedestres e ciclistas.