Casas Inteligentes

26 de Maio de 2021

por Domus Urbanismo

em Tecnologia

A domótica alia vantagens dos meios eletrônicos aos informáticos, de forma a obter uma utilização e uma gestão integrada dos diversos equipamentos de uma habitação, tornando a vida mais confortável, permitindo que as tarefas rotineiras sejam executadas de modo fácil e integrado.

Nos sistemas passivos o elemento reage só quando lhe é transmitida uma ordem e nos sistemas mais avançados, com mais inteligência, não só interpreta parâmetros, como reage às circunstâncias, por exemplo, detecta que uma janela está aberta e avisa o utilizador, identifica que a temperatura irá diminuir e liga o aquecimento, ou de acordo com a velocidade do vento, envia um comando para fechar as janelas.

As vantagens vão além da praticidade e conforto no dia-a-dia, e a grande contribuição dos sistemas de automatização é a otimização de recursos naturais como o consumo de energia tendo em conta a presença/ausência, hábitos e horários. Como exemplo, a automatização da iluminação permite gerir os gastos de eletricidade, através das funções de regulação de intensidade. Juntamente com sensores de movimento e de luz solar, as luzes de uma divisão que se encontre vazia já não ficam acesas, e as luzes exteriores acendem automaticamente quando começa a escurecer.

A programação de horários para ativar/desativar equipamentos de aquecimento, ventilação ou o ar-condicionado, poupa energia permitindo manter um nível de conforto e também trazem a comodidade de poder efetuar uma chamada para casa para se certificar de que realmente desligou o aquecimento.

Os sistemas de irrigação de jardins automatizados evitam que sejam feitas regas em períodos nos quais o solo ainda encontra-se úmido.

Para a Domus Urbanismo, a casa do futuro é aquela utiliza recursos de forma eficaz e com sustentabilidade!